Com autorização da Anvisa, autoteste de HIV deve chegar às farmácias brasileiras em junho

O registro do primeiro autoteste rápido para HIV a chegar ao Brasil foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Batizado de “Action”, o exame pode ser feito em casa e dá o resultado em 20 minutos. Segundo informações de O Globo, a sensibilidade e efetividade é de 99,9%, o que significa que o exame é capaz de apontar corretamente a infecção pelo vírus causador da Aids em 99,9% das situações. Ainda assim, de acordo com a publicação, o autoteste é considerado apenas de triagem e, em caso de diagnóstico positivo, ele deve ser confirmado por outros exames em uma instituição de saúde. Como acontece com outros testes baseados na verificação da presença de anticorpos para o HIV, o Action só consegue detectar a infecção a partir de cerca de 30 dias após a exposição ao vírus através de relação sexual, transfusão de sangue, compartilhamento de seringas ou outras formas de transmissão. Isso porque o corpo demora entre três e 12 semanas para produzir uma quantidade suficiente dessas moléculas de defesa para serem detectadas. Por isso mesmo, é recomendável que, após um resultado negativo, o exame seja repetido 30 dias depois. Responsável pela confecção do autoteste, a Orange Life espera que ele já esteja disponível nas farmácias brasileiras a partir de junho. O custo para o consumidor deverá ser de R$ 50.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*