Temer vai cortar ponto de quem faltar trabalho na sexta

O presidente Michel Temer vai cortar o ponto de servidores públicos que faltarem ao trabalho por conta da paralisação marcada para sexta-feira (28) em protesto contra as reformas governistas. A administração se baseia em decisão de outubro do Supremo Tribunal Federal (STF) que estabeleceu que o poder público deve cortar salário de servidores que paralisam atividades. Segundo o Palácio do Planalto, na sexta não haverá ponto facultativo, mesmo com a proximidade do feriado do Dia do Trabalhador, e por isso o entendimento do STF deve ser utilizado. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, Temer vai passar a sexta em Brasília, de onde vai acompanhar as manifestações.

Salvador: Em Salvador, o prefeito ACM Neto também disse que os servidores da prefeitura que não forem trabalhar na sexta sem justificativa terão o ponto cortado. As repartições municipais têm funcionamento normal mantido para a data, incluindo uma reunião do secretariado com o prefeito a partir das 14h30. Em nota, a prefeitura informa que a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) acompanha a negociação entre rodoviários e empresários sobre a adesão da categoria à paralisação nacional organizada por entidades sindicais. Diz ainda que caso o serviço seja interrompido, as empresas podem ser multadas.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*