Taxas futuras de juros caem com dólar, em meio a alívio com reforma trabalhista

Os juros futuros recuam na manhã desta quinta-feira, 27, pressionados pelo dólar, em meio ao alívio dos agentes financeiros com a aprovação da reforma trabalhista no plenário da Câmara por 296 a 177. Também ajuda na queda das taxas futuras a deflação de 1,10% do IGP-M de abril divulgada nesta manhã, segundo um operador de renda fixa. Às 9h37, o DI para janeiro de 2018 estava em 9,495%, de 9,515% no ajuste da véspera. O DI para janeiro de 2019 exibia 9,37%, de 9,41%. Já o DI para janeiro de 2021 estava em 10,03%, de 10,07% no ajuste anterior. O dólar à vista recuava 0,31% no mesmo horário, aos R$ 3,1638. O dólar futuro para maio caía 0,33%, aos R$ 3,1640.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*