Ex-presidente da CBB é multado por fraude em lei federal

Ex-presidente da Confederação Brasileira de Basketball, Carlos Nunes foi multado em R$ 15 mil pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Além dele, o secretário-geral da CBB em sua gestão, Edio José Alves, também foi multado no mesmo valor. Ambos são acusados de fraude na gestão de recursos públicos da Lei Agnelo/Piva. O TCU investigou a movimentação financeira de R$ 5,145 milhão durante o período de janeiro de 2013 a dezembro de 2015 a pedido da Secretaria de Controle Externo no Estado de Minas Gerais (Secex-MG), que havia feito uma auditoria nas contas da entidade e apontado que as contratações da amostra haviam sido realizadas sem licitação pública. Além disso, o TCU aponta que a CBB pagava funcionários com o dinheiro advindo da mesma Lei Agnelo/Piva, o que é proibido. O tribunal estabeleceu que a CBB, presidida desde março por Guy Peixoto, apresente em até 60 dias um plano de ação para sanear as ocorrências de irregularidades. (Correio)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*