Cristiano Ronaldo diz que é ‘obra de ficção’ acusação de estupro

O craque português Cristiano Ronaldo chamou de “obra de ficção jornalística” a informação divulgada, nesta sexta-feira (14), pela revista alemã Der Spiegel, de que teria pago 258 mil euros (R$ 862 mil) para uma jovem não revelar um suposto estupro ocorrido em janeiro de 2010. “A suposta vítima recusa se identificar e a corroborar a história, e todo o enredo se baseia em documentos não assinados e tão contraditórios que são identificados por códigos em e-mails entre advogados que não mencionam Cristiano Ronaldo, cuja a autenticidade ele desconhece, em uma suposta carta que teria sido enviada pela vítima, mas que ele nunca recebeu”, afirmou, no comunicado emitido por meio da Gestifute, empresa que representa o atacante. De acordo com a “Der Spiegel”, o craque do Real Madri teria tido relação sexual sem o consentimento da jovem após uma festa em Las Vegas. Ela teria procurado a polícia logo após o suposto crime, mas retirou a queixa depois de firmar um acordo com Cristiano Ronaldo. (Bahia.Ba)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*