Marcelo Odebrecht confirma caixa 2 doações para chapa Dilma-Temer

Marcelo Odebrecht, herdeiro e ex-presidente do grupo que leva seu sobrenome, confirmou em depoimento à Justiça Eleitoral realizado nesta quarta-feira (1º) a existência de caixa 2 na campanha presidencial da chapa Dilma-Temer. Conforme o executivo 4/5 das doações para a campanha tiveram como origem o caixa 2. De acordo com relatos, Marcelo afirmou que a petista tinha dimensão da contribuição e dos pagamentos, também feitos sem registro, ao então marqueteiro do PT, João Santana. A maior parte dos recursos destinados ao marqueteiro era repassada em espécie. As negociações eram feitas diretamente entre Marcelo, Santana e o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. O valor acertado para a campanha presidencial do PT de 2014 foi de R$ 150 milhões. Deste total, R$ 50 milhões eram uma contrapartida à votação da medida provisória do Refis, encaminhada ao Congresso em 2009, que beneficiou a Braskem, empresa petroquímica controlada pela Odebrecht e pela Petrobras. (AgenciaBrasil)

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*