Doenças causadas por bactérias

Muito embora possam prejudicar a saúde podem também ser utilizadas na produção de iogurtes, queijos, vinhos e antibióticos.
Diferente dos vírus as bactérias são unicelulares. Existe uma quantidade infinita no planeta. Dividem-se por três aspectos: nutrição (autótrofas e heterótrofas), forma (cocos, bacilos, espirilos e vibriões) e respiração (aeróbias ou anaeróbias).
Ao mesmo tempo que são prejudiciais a saúde são benéficas. São muito utilizadas na produção de iogurtes, queijos, vinhos, composição de certos antibióticos e até podem ajudar no processo de decomposição da matéria orgânica.
Principais doenças causadas por bactérias:
- Cólera: afeta o intestino o que causa uma diarréia (fezes líquidas e esbranquiçadas). Além do que o doente sofre de cólicas abdominais, náuseas e vômitos.

- Coqueluche: as crianças são as principais vítimas. Os sintomas são semelhantes a qualquer resfriado. Evita-se com vacinação e trata-se com alimentação saudável, repouso e antibióticos.

- Difteria ou Crupe: faz crescer uma membrana na garganta principalmente das crianças o que faz que elas sintam muita dor na hora de se alimentar ou ingerir qualquer líquido. A febre é constante. Saiba mais...

Para evitar deve-se levar a criança para tomar uma vacina antidiftérica tríplice. E se a criança for infectada o tratamento deve ser feito o quanto antes para não agravar ainda mais os sintomas.

- Escarlatina: provoca náuseas, febre, dor muscular, vômito, pus na garganta, língua saliente e manchas vermelhas pela pele. Deve ser tratada para não danificar outros órgãos do corpo humano.

- Gonorréia: doença sexualmente transmissível (DST) que acarreta dor, ardência e pus no órgão sexual. Exige tratamento intenso de antibióticos.

- Hanseníase ou Lepra: acarreta várias lesões e mucosas na pele e nos nervos. A pele fica muito machucada e no vivo. Se o tratamento for feito desde o início pode ser facilmente tratado.

- Leptospirose: transmite-se pela água, alimentos, objetos contaminados, urina de ratos, cães e gatos. Sintomas: febre, calafrios, dores de cabeça e nos músculos.

- Meningite: é uma infecção no cérebro e na medula. Também pode ser causada por vírus, mas é mais comum pela bactéria meningococo. Sintomas: febre alta, náuseas e vômitos e dificuldade para encostar o queixo no peito. Transmite-se pela gotícula de saliva ao falar, tossir e espirrar.

- Pneumonia bacteriana: a pneumonia pode ser ocasionada tanto por vírus como por bactérias. Mas na maioria dos casos dá-se por bactérias (streptococcus pneumoniae) que atacam o sistema pulmonar. No início os sintomas são iguais aos da gripe e depois se agravam. Tosse que nunca sara é o seu principal sinal. Se tratada logo pode ser curada, mas durante todo o tratamento o paciente deve fazer um repouso absoluto e evitar qualquer friagem.

- Tétano: entra no organismo através de ferimentos na pele ou também no cordão umbilical do recém-nascido. Dor de cabeça, febre e contrações musculares são comuns e se agravam com o tempo. Se a pessoa não for vacinada ou não receber um tratamento imediato pode morrer até asfixiada.

- Tracoma: é uma inflamação nos olhos que pode ocasionar até a cegueira. Os olhos e as pálpebras enchem de bolhas o que atrapalha a visão e causa muita dor. Lavar sempre os olhos com água ajuda prevenir essa doença. O tratamento é feito a base de antibióticos e sulfas.

- Tuberculose: se instala nos pulmões e causa muita tosse, perda de peso, febre alta e muito cansaço. Para evitar deve-se tomar a vacina BCG (Bacilo de Calmet-Guérin) e para combater ingerir antibióticos próprios.

- Sífilis: doença sexualmente transmissível (DST). Pode ser transmitida ao feto pela placenta da mãe. Surgem muitas feridas nos órgãos genitais. A região fica toda endurecia, mas não causa dor. Se não tratada pode paralisar outros órgãos e até matar.

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*