Mulheres superam homens em uso excessivo de álcool no Carnaval de Salvador

A quantidade de mulheres com intoxicação alcoólica que deram entrada nos módulos assistenciais de saúde montados pela prefeitura nos circuitos do Carnaval de Salvador continua superando a de homens com os mesmos sintomas – como, aliás, tem acontecido nos últimos anos. Até às 6h desta segunda-feira (27), os módulos de saúde haviam registrado 379 ocorrências de embriaguez. Desse total, 53% dos pacientes atendidos foram do sexo feminino. De todo modo, os números mostram um decréscimo de 11,7% nos casos de embriaguez, na comparação com o mesmo período do ano passado quando foram registradas 429 admissões por alcoolemia. O secretário municipal da Saúde de Salvador, José Antonio Rodrigues Alves, explica que a preferência por bebidas mais adocicadas, normalmente com maior teor alcoólico, tem contribuído para acelerar o processo de alcoolemia entre as mulheres. “As mulheres são mais afeitas à utilização de bebidas mais adocicadas, com índice de teor alcoólico muito maior que as cervejas, por exemplo. Isso faz com que elas tenham um processo de intoxicação mais rápido”, disse.

0 comentários:

Postar um comentário

©Site fundado: 09/10/2008 - Por: *Valter Egí - Todos direitos reservados à Jacobina News*